Aarati Ritual Védico

Ritual milenar, baseado nas escrituras sagradas, simboliza rendição, renúncia final do ego a Deus. A palavra em sânscrito literalmente significa “concluir”. Isto é porque o Arati é tipicamente o ato final de um ritual de adoração.  

Para este ritual védico, utiliza-se os cinco elementos. Eles podem variar um pouco dependendo para qual divindade está sendo oferecido o Aarati e também de que parte da Índia. Os cinco elementos ofertados: Terra, Água, Fogo, Ar e Éter, representados neste ritual por: 

AS FLORES – Representam a TERRA solidez 

A ÁGUA EMBEBECIDA NO PANO – Representa a ÁGUA fluidez 

A LAMPARINA COM CÂNFORA – Representa o FOGO calor 

AS PENAS DO PAVÃO – Representa o AR movimento 

CALDA DE YAK – Representa de ÉTER espaço  

INDIA2

O incenso na cerimônia representa o estado do espírito purificado. Assim a existência inteira, em todas as suas facetas da criação material, é simbolicamente oferecida à divindade através desta cerimônia. O sacerdote oferece estes elementos com a mão direita, de forma circular, horária, nas quatro direções com a entoação de cantos devocionais hindus específicos. 

A ideia aqui é representar que as nossas atividades diárias giram em torno de Deus, o centro de nossas vidas, reforçando o entendimento de que as atividades mundanas de rotina são secundárias. 

Em certo momento do ritual acontece a circulação de um “prato Aarati” ou “lâmpada Aarati” em torno da divindade. Ao fazê-lo a “lâmpada” adquiri o poder da divindade. E o sacerdote circula essa “lâmpada” para todos os presentes. Quando este ritual é feito dentro dos templos, o simbolismo também de passar o fogo ao redor da divindade é para iluminar a face do divino, para garantir que o devoto possa ver toda a sua beleza e esplendor.

A ATITUDE INTERNA DO DEVOTO PERANTE UMA CERIMÔNIA DE AARTI 

Assim como a cânfora usada no ritual se dissolve totalmente em insignificância, assim também o indivíduo deve fundir-se ao divino. Somente quando abandonamos nossos conceitos errôneos de “eu” e “meu” nossa adoração poderá verdadeiramente se tornar completa, e poderemos receber o despertar final de amor divino no nosso coração. 

Durante o aarati, em primeiro lugar, o devoto se oferece. Ao fazê-lo, ele remove ahankara, o ego material. Ele já não se identifica como o corpo material e com a mente, em vez disso, desperta a noção de que ele é um servo da divindade. Aarati é um ritual que purifica o coração, um ritual que conduz a uma realidade mais elevada, é também uma realidade em si mesma. Essa é a natureza de bhakti, para a devoção, é tanto meio e fim. 

Estes são alguns conceitos sobre este profundo ritual milenar. O seu real significado somente se compreende, quando vai- se para além das compreensões intelectuais e consegue-se vivenciar este ritual no coração. 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios tem o *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.